A LEI Jordana, nome este que pode parecer inicialmente desconhecido aos seus ouvidos, foi uma Lei aprovada pelo município de Teresina na manhã do dia 14 de Novembro de 2017, a ser comemorada anualmente no dia 17 de Maio. Os pais de Jordana Soares, que veio a óbito em Maio de 2016, tentaram preencher a lacuna que a filha deixou naquele fatídico dia, ajudando outras pessoas a enfrentarem a sua dor e lançarem as sementes amargas geradas dela em terreno fértil para que possam florescer.

Segundo a Lei, entende-se como Posvenção ao Suicídio qualquer ato, ação, atividade ou intervenção apropriada de auxílio que se verifique após um suicídio, com o objetivo de ajudar os sobreviventes (pais, filhos, irmãos, familiares e amigos) impactados a entenderem as razões do luto possibilitando que vivam e produzam mais. 

Entendendo a importância de promover não apenas atividades e treinamentos para a prevenção do Suicídio, a ONG CDM, em Setembro de 2017 iniciou o PAES (Programa de Acolhimento aos Enlutados por Suicídio) que se reunia mensalmente, todas as primeiras Quartas-Feiras do mês. Entretanto, com a demanda, os grupos passaram a se reunir também aos sábados, 17h da tarde. Para a Psicóloga Voluntária Ticiana Soares, que atualmente é Coordenadora de Posvenção da ONG CDM, ressalta os benefícios de compartilhar em grupo as experiências de um sobrevivente do suicídio: “No Grupo de Apoio aos Enlutados por Suicídio, o PAES, muitos são os ganhos, e o maior desses benefícios é que o participante pode dialogar com pessoas que têm dificuldades em comum. Ter o mesmo problema que o outro diminui algumas sensações como culpa, impotência frustração, e passa-se a ver que não se estar sozinho. 

A Coordenadora também destaca que falar em um ambiente onde as pessoas passam pela mesma situação, provoca conforto e segurança: Observar um colega evoluir, vê-lo lidando melhor com as suas questões e perturbações faz com que os outros tenham mais esperança e saibam que, para eles, também é possível. No grupo, quando alguém obtém algum tipo de sucesso diante da situação, passa a servir de modelo, de suporte e, assim, passam a crescer todos juntos e a se sentirem menos sozinhos e muito mais acompanhados, com em uma grande família. 

O PAES, acontece na Sede da ONG CDM localizada na zona leste de Teresina, em um ambiente seguro, confortável e acima de tudo, controlado, como a Psicóloga Ticiana reitera. Só é permitido a entrada no grupo de enlutados, não sendo permitida a entrada de amigos ou acompanhantes.

A Lei Jordana é a querida Jordana Soares em vida, possibilitando assim, que não somente Órgãos não governamentais entendessem a importância de cuidar dos que ficam, mas, também a Câmara Municipal de Teresina, que foi pioneira no país em aprová-la.