Nossa história

In memorian, Débora Mesquita

A ONG Centro Débora Mesquita – CDM nasceu de um drama familiar. Débora Mota Mesquita, uma jovem inteligente, linda, engraçada, amável, também tinha seus rompantes e momentos difíceis. Mas, não era só isso. Aos 23 anos foi diagnosticada com o transtorno de humor conhecido como Transtorno Bipolar. A família procurou ajuda médica quando a situação saiu do controle. Antes do diagnóstico, julgavam ser apenas características de uma personalidade forte. Débora ainda chegou a realizar o tratamento psiquiátrico e terapêutico, porém, após sofrer uma grande decepção, entrou em crise, rejeitou toda e qualquer medicação, e com tentativas fracassadas de internação, por parte da família, adicionadas à falta de informação quanto às opções para proteger a caçula da família, Débora acabou provocando o próprio óbito no dia 20 de Julho de 2012, aos 24 anos de idade. Deixou incompleto o curso de Direito, um salão de beleza, amigos e uma família que a amava muito. 

Késia Mesquita

Késia Mesquita, irmã de Débora, após passar por esta experiência traumática, teve um episódio depressivo grave onde se identificou com a dor da irmã ausente, achando que deveria ter o mesmo destino. Porém, recorreu ao auxílio familiar, profissional e espiritual. Durante este período, Késia notou que não estava sozinha; que muitas famílias sofriam por ter alguém com transtorno, e por conseguinte, não saberem como deveriam proceder em momentos de crise. Assim, enxergando com clareza a necessidade de informação, como também de sensibilização das pessoas que nada sabem sobre o assunto ou que possuem ideias equivocadas sobre o mesmo, “sonhou” e se viu comissionada em seu mais intenso momento de dor a fundar o Centro Débora Mesquita, que hoje, é uma realidade gerando vida e oferecendo auxílio aos que possuem transtornos psíquicos, como também às suas famílias.

Missão

Organização evangélica interdenominacional não governamental, sem fins econômicos, que tem por objetivo informar e sensibilizar a sociedade sobre causas, sintomas e tratamentos disponíveis dos transtornos psíquicos além de trabalhar na Prevenção e Posvenção do suicídio.

Visão

Ser um Centro de excelência no setor de atendimento e apoio psicológico, atuando especialmente na Prevenção e Posvenção do suicídio.

Nossos Valores

Os valores absolutos da ONG Centro Débora Mesquita – CDM devem permear todas as ações da mesma; são estes inalteráveis e inegociáveis!

Amoramor deve permear todas as nossas ações, caso contrário, o trabalho e a atenção ao indivíduo que deveriam proporcionar alegria, prazer, satisfação e relacionamentos ricos em trocas de experiências, se tornarão um fardo. Como o apóstolo Paulo, cremos que “ainda que eu distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres (…) se não tivesse amor, isso de nada me valeria” 1 Coríntios 13:3. O Amor é a coluna mestra de toda ação bem sucedida. Entendemos, que além de um sentimento, o amor é um comportamento. Amamos porque fomos amados. O Amor ao próximo deve sobrepor qualquer liturgia, regra ou protocolo.
ExcelênciaA excelência precisa estar presente em tudo o que fazemos! Se servimos, é para o Senhor que o fazemos, portanto, devemos empregar nossos melhores conhecimentos e habilidades a fim de alcançarmos resultados efetivos. É recomendado que “tudo o que te vier às mãos para fazer, faze-o conforme as tuas forças” Eclesiastes 9:10. Isto significa, que devemos empregar tudo o que sabemos, da melhor maneira que pudermos. No caso desta organização, isso também significa, oferecermos o melhor acolhimento possível, e também investir no desenvolvimento dos voluntários para alcançarmos a excelência dos mais simples aos mais complexos serviços.
IntegridadeA integridade é a essência da transparência de tudo o que fazemos: acordos, investimentos e gestão de recursos. Há necessidade, de que no papel de uma organização que serve à sociedade, e se auto sustenta com doações de pessoas que abraçam esta causa, sermos claros, objetivos e éticos, em nossos acordos, parcerias e contratos, como também em nossa conduta. A consciência limpa é de extrema importância, porém, não podemos deixar de lado a legalidade de nossas ações, que comprovam esta integridade. Mais uma vez, isto reflete o próprio caráter de Deus, que nos chama a termos uma “consciência sem ofensas para com Deus e para com os homens.” Atos 24:16.
Serviço“Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo.” Gálatas 6:2. “Servi-vos uns aos outros pelo amor”. Gálatas 5:13. Seguindo o exemplo de Cristo, achamos propósito para nossas vidas e real satisfação, quando servimos ao próximo em suas necessidades. Nossos talentos, dons e conhecimentos não teriam grande significado, se encerrassem em si mesmos suas utilidades. Servindo ao outro, somos beneficiados e cumprimos a lei de Cristo, além de atuarmos como agentes ativos e transformadores da sociedade na qual estamos inseridos.